ESPAÇO PARA A SAÚDE – REVISTA DE SAÚDE PÚBLICA DO PARANÁ (REpS-SP)

Edição Atual | Vol.18 - número 2

No próximo ano, estaremos completando três décadas de edição da Revista Espaço para a Saúde, que esteve vinculada durante grande parte desse tempo ao Programa de Pós-graduação em Saúde Coletiva da UEL, sendo que este exemplar será o último patrocinado pelo iNESCO.

A partir do próximo número, a Espaço para a Saúde continuará sendo uma revista de informação científica, com um novo projeto editorial e uma nova editoria, vinculada ao Programa de Pós-graduação de Ensino nas Ciências da Saúde das Faculdades Pequeno Príncipe, como consta nas páginas desta nossa última edição promovida pelo iNESCO, como se pode ver na Chamada Pública nº 5 publicada nesta revista.

A outra publicação, de natureza técnico-científica, a nova Revista de Saúde Pública do Paraná será coordenada pela Escola de Saúde Pública do Paraná (ESPP)/SESA, com uma nova política editorial, um novo corpo editorial, e convida administradores, profissionais, professores, pesquisadores e alunos (graduação e pós-graduação) da área da saúde pública e saúde coletiva do Paraná a participarem do primeiro número da Revista de Saúde Pública do Paraná, em sua nova configuração, que será publicada em julho de 2018, que abrirá a sua Chamada Pública nº 1 no período de 1º de fevereiro a 1º de março de 2018, cujo link para a realização do envio será divulgado no site da ESPP (www.escoladesaude.pr.gov.br).

book_18-2

Dezembro 2017


 

Espaço para a Saúde – Revista de Saúde Pública do Paraná, criada em 1989, é uma publicação do Instituto de Estudos em Saúde Coletiva – iNESCO que, em parceria com a Escola de Saúde Pública do Paraná e com o apoio da Secretaria de Estado da Saúde, tem como objetivo divulgar estudos, pesquisas e reflexões que contribuam para o debate, a produção e disseminação de conhecimentos nos campos da saúde coletiva e da saúde pública, inclusive nas áreas de ensino, de gestão do trabalho e da educação continuada e permanente na saúde.​

Revista de comunicação científica, visa a disseminação de informações especializadas entre os pares, com o intuito de tornar conhecidos, na comunidade científica, os avanços obtidos (resultados de pesquisas, revisões, relatos de experiência, etc) nas áreas de saúde pública, saúde coletiva e ensino em saúde. E não faz restrição a nenhuma abordagem metodológica, desde que contemple os princípios da Ética e da boa prática científica.

Seu público-alvo é constituído por professores, pesquisadores e alunos, especialmente de pós-graduação, da área de saúde e também por servidores e dirigentes dos serviços de saúde que trabalham no Sistema Único de Saúde. A tiragem impressa da Revista é distribuída prioritariamente entre associados individuais e institucionais do INESCO, entre professores e dirigentes dos cursos universitários e dos serviços de saúde existentes no Paraná. A versão eletrônica é disponibilizada em acesso aberto. ​

                              

​A Espaço para a Saúde – Revista de Saúde Pública do Paraná conta com o apoio do Governo do Paraná, por meio do Convênio 007/2016, assinado entre o INESCO e a Secretaria de Estado da Saúde​ (SESA).

Professor João Campos
Diretor-presidente



REVISTA ESPAÇO PARA A SAÚDE (REpS)

Chamada Pública No 5

O Programa de Pós-Graduação Stricto sensu em Ensino nas Ciências da Saúde da Faculdades Pequeno Príncipe convida professores, profissionais de saúde, pesquisadores e alunos dos cursos (graduação e pós-graduação) da área da saúde a participarem do Volume 19, nº 1, da REpS, que será publicado em Julho de 2018. A Revista Espaço para a Saúde (REpS), criada na década de 80 por pesquisadores e docentes do Paraná, consolidou-se como espaço de importantes reflexões na área da Saúde Coletiva. Dando continuidade a esta trajetória, no ano de 2018 passa a ser editada pelo Programa de Pós-Graduação Stricto sensu em Ensino nas Ciências da Saúde da Faculdades Pequeno Príncipe. O escopo da revista, recentemente atualizado, é publicar pesquisas científicas de interesse para profissionais da área de ensino e da saúde e do ensino na saúde, que contribuam para o desenvolvimento do conhecimento, assim como para a transformação e atualização das ações e práticas profissionais. Está indexada nas bases LILACS, LATINDEX e GOOGLE ACADÊMICO. A revista é publicada semestralmente e é de livre acesso, aceitando manuscritos em português, inglês e espanhol, nas categorias artigo original (prioridade para publicação) e artigos de revisão.


Orientações sobre o preparo e o envio dos manuscritos, processo de julgamento pelo corpo editorial e outros detalhes sobre a submissão estão disponíveis no site da FACULDADE PEQUENO PRÍNCIPE (https://fpp.edu.br/revista). A submissão para esta chamada estará aberta no período de 1 a 31 de março de 2018. Participe!


Curitiba, 4 de dezembro de 2017.

Patrícia Maria Forte Rauli
Presidente do Conselho Editorial


REVISTA DE SAÚDE PÚBLICA DO PARANÁ

Chamada Pública No 1

A Secretaria de Estado da Saúde do Paraná, por meio da Escola de Saúde Pública do Paraná/Centro Formador de Recursos Humanos (ESPP/CFRH), convida administradores, profissionais, professores, pesquisadores e alunos (graduação e pós-graduação) da área da saúde pública e saúde coletiva do Paraná a participarem do primeiro número da Revista de Saúde Pública do Paraná, em sua nova configuração, que será publicada em julho de 2018.

Trata-se de nova publicação destinada a publicar contribuições sobre os aspectos relacionados aos problemas de saúde da população e sobre a organização dos serviços e sistemas de saúde e áreas correlatas. O objetivo é veicular informações de caráter científico, devidamente validada por pares, que se destine ao debate, reflexão, troca de experiências e compartilhamento de conhecimento produzido na organização do Sistema de Saúde, com ênfase nas questões relacionadas aos serviços no estado do Paraná.

Os interessados poderão participar enviando trabalhos nas seguintes modalidades: artigos originais, artigos de revisão de literatura, relatos de experiência, resenhas de livros e comunicaçõesbreves.

A submissão para esta chamada estará aberta no período de 01 de fevereiro a 01 de março de 2018. Esta se dará totalmente on-line. O link para a realização do envio será divulgado no referido site da ESPP.

Esta revista é um dos componentes que fortalecerá o desenvolvimento contínuo dos serviços de saúde no nosso Estado. Faça parte você também deste movimento! Sua colaboração é essencial para o aprimoramento do conhecimento científico em saúde pública, possibilitando processos de inovação em todos os aspectos que envolvem o Sistema de Saúde do Paraná.


Os autores deverão atentar-se para a Política Editorial e Diretrizes para Autores publicados na Revista Espaço para a Saúde – Revista de Saúde Pública do Paraná volume 18, n. 2 e no site da ESPP (www.escoladesaude.pr.gov.br).


Ana Lúcia Fonseca

Diretora da ESPP/CFRH
Editora-Chefe Científica RSPP


REVISTA DE SÁUDE PÚBLICA DO PARANÁ
DIRETRIZES PARA AUTORES

  DOWNLOAD DAS INSTRUÇÕES

  SUBMISSÃO

Instruções aos autores para preparação e submissão de artigos

A Revista de Saúde Pública não aceitará publicações de textos já apresentados em outros veículos, tanto na íntegra quanto parcialmente.

Os textos deverão ser encaminhados no idioma Português (BR), através do sistema SEER.

O nome completo de cada autor, instituição de origem, país, e-mail devem ser informados APENAS nos metadados. O conselho editorial assegura o anonimato dos autores no processo de avaliação por pares, bem como o anonimato dos avaliadores e sigilo quanto à sua participação. É de responsabilidade do autor acompanhar o processo de submissão via sistema SEER.

Não há cobrança para submissão de artigos. O encaminhamento do manuscrito, anexos e o preenchimento de todos os dados são de inteira responsabilidade do autor que está submetendo o manuscrito. As opiniões, conceitos e a exatidão das citações expressos nos trabalhos são de exclusiva responsabilidade dos autores, não refletindo posição do Conselho Editorial da Revista de Saúde Pública do Paraná.

Para aquelas pesquisas que envolvam seres humanos, deverão ser indicados os procedimentos adotados para atender o constante da Resolução nº 466 de 12 de setembro de 2012 do Conselho Nacional de Saúde. Deverá também ser indicado o número de protocolo de aprovação do projeto de pesquisa e a data de aprovação no Comitê de Ética e Pesquisa (CEP), dados estes que deverão constar no último parágrafo da metodologia do trabalho. A carta de aprovação do CEP (digitalizada e em pdf) deverá ser anexada no momento da submissão no Passo “Transferência de Documentos Suplementares”.

Para a avaliação dos trabalhos, os autores deverão assinalar sua concordância com a “Declaração de Direito Autoral” do CREATIVE COMMONS, o qual consta no item Declaração de Direito Autoral. Ao clicar no ícone do CREATIVE COMMONS (This obra is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso Não Comercial-Não a obras derivadas 3.0 Unported License) será aberta uma página que contém (em vários idiomas, inclusive o português) as condições da atribuição, uso não comercial, vedada a criação de obras derivadas.

Os autores deverão reconhecer e revelar possíveis conflitos de interesse que possam influenciar seu trabalho. Também eles deverão enviar as políticas dos financiamentos recebidos caso a pesquisa envolva ensaios clínicos.

É de responsabilidade dos autores manterem seus e-mails atualizados para receber todas as comunicações, bem como comunicar à revista qualquer problema que possa ocorrer neste sentido.

 

TIPOS DE TRABALHOS ACEITOS
Editorial: De responsabilidade de editores, podem ser redigidos por convidados, mediante
solicitação do editor-geral. Máximo de 800 palavras.
Cartas ao editor: comentários sobre material publicado. Máximo de 800 palavras.
Artigos originais: Contribuições destinadas a divulgar resultados de pesquisa empírica inédita, que possam ser replicados e/ou generalizados, e também formulações discursivas teorizantes e pesquisas de metodologia qualitativa. Devem possuir no máximo 6.000 palavras e cinco ilustrações (tabelas e/ou figuras entre outros) e resumo informativo com até 150 palavras
Artigos de revisão de literatura: Compõem-se de trabalhos que apresentam como método de pesquisa a síntese de múltiplos estudos publicados e possibilitam conclusões gerais a respeito de uma particular área de estudo, realizado de maneira sistemática e ordenada, favorecendo o conhecimento do tema investigado. Devem possuir no máximo 5.000 palavras e quatro elementos visuais e resumo informativo com até 150 palavras.
Relatos de Experiência: Trabalhos que relatam experiências inovadoras em saúde, com
potencial de extrapolação e possibilidades de aplicação em outras realidades. Essa modalidade de submissão engloba relatos de projetos aplicativos ou projetos de intervenção, devendo conter objetivos e as formas para alcançá-los. Devem ter no máximo
5.000 palavras e 4 (quatro) elementos visuais.
Resenhas de Livros: Resenhas de livros publicados sobre temas de interesse. Máximo de
1.000 palavras.
Comunicações breves: Relatos curtos de contribuições de interesse para a saúde pública, cujo conteúdo não comporte análises mais abrangentes e discussão de maior fôlego. Limita-se a 2.000 palavras e 1 (um) figura, com resumo informativo até 100 palavras.

AUTORIA
Os critérios de autoria devem basear-se nas deliberações do ICMJE, o qual determina que o
reconhecimento da autoria deva basear-se em contribuição substancial relacionada aos seguintes aspectos:
1. Concepção do projeto ou análise e interpretação dos dados;
2. Redação do artigo ou revisão crítica relevante do conteúdo intelectual;
3. Revisão e /ou Aprovação final da versão a ser publicada;
4. Ser responsável por todos os aspectos do trabalho na garantia da exatidão e integridade
de qualquer parte da obra. Essas quatro condições devem ser integralmente atendidas.
Considerações relativas à ordem de citação dos autores são de responsabilidade dos autores e devem ser resolvidas antes da submissão. Todas as pessoas designadas como autores devem responder pela autoria dos manuscritos e ter participado suficientemente do trabalho para assumir responsabilidade pelo seu conteúdo. Os autores devem acrescentar seu código ORCID no sistema SEER. Caso os autores não tenham ainda seu ID ORCID recomendamos inscrever-se previamente em www.orcid.org.

PROCESSO DE JULGAMENTO DOS MANUSCRITOS
Os trabalhos enviados serão submetidos a uma primeira análise por parte do Comitê de editoração para verificação da adequação da contribuição à linha editorial e se eles se adéquam às instruções para os autores estabelecidas neste documento.
Pode-se inclusive, nesta fase, ser requerido aos autores que se façam modificações em prazo estabelecido. A decisão da análise será comunicada aos autores.
Posteriormente, a avaliação do artigo é realizada pelo sistema peer review, quando membros do conselho editorial ou ad-hoc e convidados pela comissão de editoração avaliam o mérito do manuscrito. Serão enviados trabalhos para dois pareceristas, e, após o recebimento das avaliações, o editor decidirá pelo prosseguimento da submissão, que pode ser: aceitação do artigo para publicação, reenvio ao autor para reformulação ou rejeição
justificada aos autores. Será estabelecido prazo para que os trabalhos que necessitem de reformulação sejam reenviados via sistema de editoração, caso contrário, a submissão será arquivada. Caso haja interesse, os autores que tiverem seus trabalhos rejeitados poderão submeter o artigo novamente em edição posterior, após realizar as reformulações requeridas, iniciando novo processo de submissão.
Caso o número de trabalhos aprovados exceda o número de artigos para uma edição, os artigos excedentes serão publicados em edição posterior.
Além das normas, a avaliação terá como critérios: atualidade, originalidade e relevância do
tema, consistência científica e respeito às normas éticas.

PREPARO DOS MANUSCRITOS
O texto de manuscrito de pesquisa original deve seguir a estrutura conhecida como IMRD:
Introdução, Métodos, Resultados e Discussão (Estrutura do Texto). Manuscritos baseados em pesquisa qualitativa podem ter outros formatos, admitindo-se Resultados e Discussão em uma mesma seção e Considerações Finais/Conclusões.
Outras categorias de manuscritos (revisões, comentários etc.) seguem os formatos de texto a elas apropriados.
Os ensaios clínicos (estudos experimentais randomizados) devem ser registrados previamente,conforme exigência da Organização Mundial da Saúde e do Comitê Internacional de Editores de Revistas Médicas. O registro deve ser realizado em plataforma que atenda os critérios destas duas organizações. É condição para publicação que o número do registro do ensaio clínico conste em nota de rodapé, na página de identificação do manuscrito. Mais informações podem ser acessadas em: http://www.icmje.org/recommendations/browse/publishing-and-editorial-issues/clinical-trialregistration.html.
Metadados: O autor, via sistema SEER, deve informar o título, o nome de todos o(s)
autor(es), seus respectivos códigos ORCID, principal vinculação institucional de cada um deles, órgão(s) financiador(es) e endereço para contato eletrônico para correspondência;
Formatação: Os trabalhos devem ser redigidos de acordo com o Estilo Vancouver, norma elaborada pelo ICMJE (http://www.icmje.org). Devem ser encaminhados em Word, OpenOffice ou RTF, fonte Arial 12, espaçamento 1,5 (exceto resumo, ilustrações, agradecimento e referências), Recuo especial primeira linha de 1,25 cm, com todas as
páginas numeradas, todas as margens configuradas em 2,5 cm cada.
Redação: Os textos devem ser escritos de maneira objetiva, mantendo a linguagem adequada ao estudo, bem como ressaltando a terminologia científica condizente. Recomenda-se que o(s) autor(es) busquem assessoria linguística profissional
(revisores e/ou tradutores certificados nos idiomas do texto), antes de submeter(em) os manuscritos para verificação de incorreções/inadequações morfológicas/sintáticas, idiomáticas ou de estilo. Deve ser evitado o uso de primeira pessoa do
singular “meu estudo” ou da primeira pessoa do plural “percebemos…”. Os títulos das seções textuais devem ser destacados gradativamente, sem recuo e
sem numeração, com as seções mantendo o padrão
gráfico em seus níveis hierárquicos.
Devem conter:
TÍTULO/SUBTÍTULO: Centralizados em caixa alta e negrito.
RESUMO: Resumo informativo, informando ao leitor finalidades, metodologia, resultados e
conclusões do documento. Deve conter no máximo 150 palavras, composto de uma sequência de frases concisas, afirmativas e não de enumeração de tópicos, em parágrafo único, sem espaçamento de linhas ou recuo. A primeira frase deve ser significativa, explicando o tema principal do documento. Deve ser utilizado verbo na voz ativa e
na terceira pessoa do singular.
PALAVRAS-CHAVE: Devem figurar logo abaixo do resumo, antecedidas da expressão Palavraschave e separadas entre si por ponto e finalizadas também por ponto. Utilizar de 2 a 5 descritores. Recomenda-se utilizar o índice dos Descritores em Ciências da Saúde DeCS (http://decs.bvs.br).
ABSTRACT/KEYWORDS: Logo abaixo, inserir o ABSTRACT/KEYWORDS do documento em inglês.
CITAÇÕES: Deve ser utilizado o sistema numérico para identificar as obras citadas.
Representá-las no texto com os números correspondentes sem parênteses e sobrescritos,
após o ponto, sem mencionar o nome dos autores. Quando se tratar de numeração sequencial, separar os números por hífen, quando intercaladas devem ser separadas por vírgula. Em caso de transcrição de palavras, frases ou parágrafos com palavras do
autor (citação direta), devem ser utilizadas aspas na sequência do texto até três linhas (sem itálico) e referência correspondente. Com mais de três linhas, usar o recuo de 4 cm, letra tamanho 12 e espaço duplo entre linhas (sem aspas e sem itálico), seguindo a indicação do número correspondente ao autor e à página. Supressões devem ser indicadas
pelo uso da reticência entre colchetes […].
REFERÊNCIAS: A Revista adota o “Requisitos uniformes para manuscritos submetidos a Revistas Biomédicas”, publicado pelo Comitê Internacional de Editores de Revistas Médicas, Estilo Vancouver, disponível no site: http://www.icmje.org ou http://www.bu.ufsc.br/ccsm/vancouver.html (versão traduzida em português).
Os títulos de periódicos devem ser referidos abreviados, de acordo com o Index medicus: http://www.ncbi.nlm.nih.gov/sites/entrez?db=journals. Para abreviatura dos títulos de periódicos nacionais e latino-americanos, consultar o site: http://portal.revistas.bvs.br eliminando os pontos da abreviatura, com exceção do último ponto para separar do ano.
Na lista de referências, estas devem estar numeradas consecutivamente, conforme a ordem em que forem mencionadas. O(s) autor(es) são referenciados pelo sobrenome, seguido(s) do(s) nome(s) abreviados e sem o ponto. Caso o documento possua mais que seis autores, citar os seis primeiros seguido da expressão et al. Não serão aceitadas referências de fim de página ou nota de rodapé.

OUTRAS ORIENTAÇÕES
Ilustrações: Devem ser até o máximo de 5 (cinco), sendo que considera-se como ilustrações gráficos, quadros e tabelas. Devem ser apresentadas em preto e branco. Devem ser apresentadas com os seus títulos na parte superior, sem espaçamento, alinhadas à esquerda e devem ser numeradas consecutivamente. A legenda deve constar na parte
inferior, em fonte 11, alinhada à esquerda. Devem ser construídas para sua reprodução direta sempre que possível. No corpo das tabelas, não utilizar linhas verticais nem horizontais; os quadros devem ser fechados.
Agradecimentos: devem ser breves e objetivos, reservados às pessoas que prestaram ajuda técnica, mas que não foram caracterizados como coautoras, ou instituições financiadoras e de apoio de outros recursos.
Conflitos de interesse: Os autores devem informar qualquer potencial conflito de interesse,
sejam interesses políticos e/ou financeiros associados a patentes ou propriedade, provisão de materiais e/ou insumos e equipamentos utilizados no estudo pelos fabricantes.

CARTA DE SUBMISSÃO (COVER LETTER)
Deve ser dirigida ao Editor Científico, assinada pelo autor/submetente, e deve ser anexada como documento suplementar no momento da submissão.
A carta deve conter:
a) título completo do manuscrito submetido;
b) afirmação de que sua apresentação é exclusiva para a Revista;
c) declaração de compromisso em inserir corretamente os metadados
do manuscrito, com o nome e dados de todos os autores responsáveis pela submissão;
d) declaração que evidencie a principal contribuição científica do manuscrito submetido e sua adequação ao escopo da Revista (porque é pertinente ao público-alvo da Revista). Além disso, se existir, manifestação de interesse e disposição em atuar como revisor de
pelo menos um manuscrito em futuras edições da Revista.

CHECK-LIST DA SUBMISSÃO
Os autores, para concretizarem sua submissão, estão obrigados a verificar a conformidade da submissão em relação à política editorial e instruções para autores. O conselho editorial
devolverá os artigos aos autores, sem análise do mérito, caso alguns dos itens listados a seguir não estejam dentro das normas da revista:
1. A contribuição deve ser original e inédita, e não está sendo avaliada para publicação por outra revista;
2. Deve conter carta de submissão (cover letter);
3. Os arquivos para submissão estão em formato Microsoft Word, Open Office ou RTF.
4. O texto está de acordo com a formatação de página e estilo;
5. O texto apresenta resumo em português e inglês, com palavras-chave e keywords;
6. O texto está dentro das normas de estruturação na sua modalidade;
7. As tabelas e figuras estão identificadas conforme orientações e numeradas por ordem
de inserção no texto;
8. As referências estão no Estilo Vancouver, numeradas por ordem de citação;
9. O autor submetente preencheu os metadados de todos os colaboradores, com nome
completo, ORCID e contatos;
10. Os autores concordam com a política de direitos autorais desta revista.

DECLARAÇÃO DE DIREITO AUTORAL
Autores que publicam nesta revista concordam com os seguintes termos:
A) Autores mantêm os direitos autorais e concedem à revista o direito de primeira
publicação, com o trabalho simultaneamente licenciado sob a Licença Creative Commons
Attribution que permite o compartilhamento do trabalho com reconhecimento da autoria e
publicação inicial nesta revista.
B) Autores têm autorização para assumir contratos adicionais separadamente, para distribuição não exclusiva da versão do trabalho publicada nesta revista (ex.: publicar em repositório institucional ou como capítulo de livro), com reconhecimento de autoria e publicação inicial nesta revista.
C) Autores têm permissão e são estimulados a publicar e distribuir seu trabalho online (ex.: em repositórios institucionais ou na sua página pessoal) a qualquer ponto antes ou durante o processo editorial, já que isso pode gerar alterações produtivas, bem como aumentar o impacto e a citação do trabalho publicado (Veja O Efeito do Acesso Livre).

PROVA
Após a aprovação, o autor receberá prova em formato de texto (doc ou docx), via SEER, com todas as alterações realizadas pelo Corpo Editorial, com prazo de revisão de 96 horas. Caso haja qualquer dúvida, o autor deverá entrar em contato no prazo para que uma versão final do texto possa ser estabelecida. Após isso, o autor receberá em formato .pdf a prova final para publicação, em que apenas correções formais podem ser realizadas. O prazo para essa revisão é de 48 horas.

Vol.18 - número 1

Julho /2017

Vol.17 - número 2

Dezembro /2016

Vol.17 - número 1

Julho /2016